Temos 140 visitantes e sem membros em linha

Sintra - Uma década de decadência

 

 

camara

 

 Aqui na Vila Velha tudo na mesma

 
Os grafitis proliferam nas casas de Deus
 
Os Brasões riscados e mutilados
 
Os jardins mal tratados
 
Não são sonhos meus nem teus
 
 
O arquivo aos poucos se vai
 
O Hospital vira fantochada
 
O novo museu palhaçada
 
Esvaziai , arruinai ,desprezai
 
 
Os "crimes" económicos investigados
 
Vereadores enfim, ultrapassados
 
E aqui assaltos controlados
 
Só para alguns afortunados
 
 
A Pena linda lá no Céu
 
Cá em baixo tudo amargurado
 
congestionado, algemado e parado
 
Nada aqui foi adaptado.
 
Aos de longe tira-se-lhes o chapéu.
 
 
Aqui na velha vila tudo na mesma
 
 
Os ciganos levantam as pensões em Audi -tdi
 
Casas de Cultura eu nunca as vi
 
As árvores coitadas são dilaceradas
 
Estudos e alternativas engavetadas
 
 
Os Sintrenses resistentes vão lutando
 
Por esta Sintra sem Comando
 
Que saudades têm de Um Fernando
 
Até quando até quando?